BIM como ferramenta de inovação para projetos

Podemos considerar o BIM uma ferramenta para projetos, tanto de engenharia civil como também de arquitetura. No entanto, falar que o Building Information Modeling, ou em bom português, que a Modelagem de Informações da Construção é apenas uma ferramenta, não define com fidelidade o seu conceito. O BIM vai além ao inovar na tecnologia de projetos e, consequentemente, propor a evolução dos processos.

Por meio do conjunto de práticas, é possível reunir em uma representação gráfica todas as informações — desde as construtivas até a quantificação de trabalhos e tempos de mão-de-obra — e, ainda, incluir dados do processo de desmontagem ao fim do ciclo de vida útil. Assim, adotar a modelagem de informações é a chance de tornar o projeto visível, facilitando seu entendimento pelos diversos profissionais que atuam nas edificações, entre eles, engenheiros, arquitetos e instaladores. Essa compreensão gerada pelo desenho, em geral 3D, resulta em menos refações, desperdícios e em um projeto 100% confiável.

Projetos completos e confiáveis

A aplicação do BIM em projetos deve vir acompanhada de mudanças radicais de processos, conceitos e perfil profissional. Primeiramente, a ferramenta exige mais planejamento e menos execução. Há uma quebra de paradigmas com o conceito de projetar, no qual atualmente prevalece o modelo 2D, que exige muito trabalho braçal, falta de precisão, possíveis fontes de erro, revisão demorada e retrabalho.

Os projetos se tornam, portanto, mais completos, precisos em suas especificações, documentações, orçamentos e quantitativos. Essas informações atendem a todo o ciclo de vida da edificação projeto – construção – manutenção – demolição. A precisão é garantida pelo desenho em três dimensões e pela possibilidade de simulação. Caso algum item seja alterado, o desenho atualiza automaticamente os demais pontos que dependem dessa mudança. Com isso, os profissionais podem antecipar e resolver problemas de compatibilização antes mesmo da execução da obra.

BIM_como_ferramenta_de_inovacao_para_projetos

Diferenciais competitivos com o BIM

  • Gera um diferencial competitivo para os atores envolvidos (projetistas, construtores, empresas de manutenção, entre outros);
  • Projeto totalmente integrado com intercâmbio de informações entre todas as disciplinas envolvidas e de maior qualidade;
  • Custos mais controlados e precisos
  • Traz novas possibilidades para efetuar simulações de avaliação da eficiência energética, sustentabilidade e retrofit com maior assertividade;
  • Conceito já aplicado e consolidado em outros países.
  • Grande aplicabilidade em obras públicas

Nos próximos posts, vamos falar mais sobre o potencial inovador do BIM, suas oportunidades e limitações de aplicação no país. Como toda inovação, o conceito de modelagem das informações da construção ainda gera dúvidas, pois os profissionais não contam com todas as informações dos benefícios desse conceito. Porém, vamos confirmar o maior legado do BIM, que é acompanhar o andamento do projeto e da obra com precisão, reduzindo o retrabalho que gera atrasos no cronograma e consomem recursos.

Se você gostou do material acima leia também
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]