Quais benefícios ferramentas BIM geram em seu projeto elétrico

Não podemos negar que existem desafios para implantar as ferramentas BIM em projetos elétricos, mas os benefícios que essa tecnologia traz para os empreendimentos, nos motivam a procurar soluções para resolvê-los. Essas boas práticas devem impulsionar uma mudança conceitual profunda, que busque novas formas de trabalhar com novas ferramentas e invista principalmente em conhecimento. Assim, desenvolve-se uma mão de obra especializada e com habilidades recém adquiridas.

As vantagens da implantação de ferramentas BIM para elaboração de projetos elétricos são muitos. Confira alguma delas abaixo:

6 benefícios de utilizar as ferramentas BIM em projetos elétricos

Geração de desenhos inteligentes com informação – Softwares paramétricos

Como é sabido BIM vem do inglês Building Information Modeling que em português significa Modelagem da Informação da Construção. Esse primeiro tópico está ligado, portanto, a letra I da abreviação, “I” de informação. Isso porque nessa filosofia de trabalho, os processos ocorrem de forma diferente. Os elementos possuem várias informações de projeto como potência, rendimento, fator de potência, fluxo luminoso e taxa de ocupação entre outros. Trabalhando dessa forma, utilizando objetos com informação, os cálculos podem ser efetuados de forma automática e simultânea ao lançamento gráfico do projeto. Isso evita que o projeto seja apenas uma representação simples de desenhos CAD 2D sem nenhuma informação sobre a instalação elétrica.

Ambiente de CAD 2D e 3D integrado aos cálculos

Como os elementos de desenho possuem informações técnicas é possível obter rotinas de cálculo automatizadas e sem necessidade do uso de planilhas externas. Assim, pode-se dimensionar e balancear os circuitos com base em tabelas e normas que já estão internalizadas nas ferramentas BIM. O projetista pode gerenciar todos os circuitos e quadros da instalação e atualizar os dados de cálculo no desenho de forma automática, podendo ainda gerar detalhes como: quadro de cargas, legenda de símbolos, diagrama unifilar e multifilar com os dados do projeto.

Alterações do projeto otimizadas

As alterações de projeto são uma das grandes dores dos profissionais de instalações elétricas que trabalham com desenhos 2D. Essa metodologia exige muito trabalho braçal que podem gerar erros como: de atualização de informações no quadros de cargas, diagramas unifilares, indicação de circuitos e comandos. Já ferramentas BIM possibilita a atualização automática dos desenho e detalhes, integrado com as rotinas de cálculo. Além disso, ainda faz simulação de novas soluções de forma rápida, segura e automatizada.

Quantitativos automáticos

Os elementos possuem dados capazes de conceber composições de itens e insumos. Eles são construídos a partir de várias regras e são quantificados de forma automática após o lançamento do projeto. As listas de materiais também são geradas de forma instantânea com rapidez e precisão. Isso aumenta a produtividade do projeto, pois não é necessário fazer levantamentos manuais, demorados e imprecisos como os realizados com base apenas em desenhos CAD 2D.

Visualização 3D

As ferramentas BIM viabilizam a geração automática de modelos tridimensionais para visualização de pontos, eletrodutos, caixas de passagem, quadros e demais elementos do projeto.Os objetivos são promover um melhor entendimento da instalação, facilitar a verificação do lançamento efetuado como um todo e evitar erros na elaboração dos projetos elétricos.

Interoperabilidade – IFC

Um dos pilares do conceito das ferramentas BIM é propiciar a interoperabilidade e a colaboração entre os projetistas das diversas disciplinas envolvidas na construção de uma edificação. Investir nesse modelo, garante a troca de informações de forma eficiente e eficaz entre as várias áreas do empreendimento. Uma das formas mais utilizadas para essa troca de informação é a exportação/importação dos projetos por meio de arquivos no formato IFC (Industry Foundation Classes). Esse formato é aberto (OpenBim) e possui diversos dados além da geometria dos elementos lançados. Isso proporciona diferentes usos do modelo BIM, tais como: a compatibilização tridimensional com análise de interferências, planejamento, orçamento, gerenciamento da manutenção e análises de sustentabilidade.

Você está pronto para implantar as ferramentas BIM em seu escritório e aproveitar todas essas vantagens? Divida sua opinião conosco nos comentários!

Se você gostou do material acima leia também
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]