Profissão orçamentista: tudo o que você precisa saber

Profissão orçamentista: tudo o que você precisa saber

profissão orçamentista

Ouça este conteúdo! 

 

Quando fala-se em orçamento de obras, logo vem à mente uma lista com o valor de cada item. No entanto, por trás de uma tabela de valores, está o trabalho de um especialista na área de engenharia de custos, também conhecido como orçamentista

Esta área engloba muito mais do que apenas o levantamento de preços. O orçamentista atua, dentre outras funções: 

  • na leitura de projetos civis e instalações;
  • na realização de adaptações no levantamento quantitativo; 
  • nas cotações de materiais;
  • na elaboração de composições de preços unitários; 
  • e em todas as demais necessidades que impactam na viabilidade de um empreendimento

E para que todo o levantamento seja feito de maneira assertiva, o orçamentista deve possuir uma visão global das disciplinas e, também, manter uma boa interação com a equipe. 

Projetos em BIM oferecem uma grande riqueza de detalhes. Por isso, tornam-se cada vez mais complexos e com novos sistemas construtivos, fazendo com que haja a necessidade de uma grande interação do orçamentista com a equipe de projetistas e com a equipe de compras. E essa evolução no processo de desenvolvimento de um projeto também demanda do profissional orçamentista a capacidade de criar novas composições de preços, as quais atendam as particularidades de cada edificação. 

O valor a ser investido no desenvolvimento de um projeto ou de um empreendimento faz parte do planejamento da empresa e serve como critério relevante nas tomadas de decisões.  

O orçamento é algo dinâmico e que precisa ser atualizado no decorrer do processo. Um bom orçamento, aliado a uma gestão eficiente de custos, pode reduzir gastos que impactam negativamente na lucratividade do empreendimento

Atribuições do profissional orçamentista

atribuições orçamentista

O orçamentista tem como algumas de suas atribuições as seguintes: 

  • desenvolver estimativas de custos dos recursos necessários para completar as atividades do projeto.
  • Determinar as estimativas de custo de cada item do projeto. 
  • Analisar e atualizar o orçamento conforme as mudanças do projeto.
  • Criar a composição de mão-de-obra e equipamentos.
  • Elaborar o cronograma e histogramas.
  • Montar a composição de preços.
  • Estar atualizado com novas tecnologias disponíveis no mercado. 

Certificações que podem ser recebidas

A Associação para o Desenvolvimento da Engenharia de Custos (AACE) promove e certifica os profissionais que atuam na área de gerenciamento de custos. O processo de certificação concedido por esta instituição conta diversas categorias de certificação, que vão desde o nível técnico até o reconhecimento do profissional pós-graduado. 

Uma das certificações é a de Profissional de Custo Certificado(CCP), que certifica profissionais experientes, com conhecimentos avançados e experiência técnica, capazes de aplicar os princípios amplos e as melhores práticas da Gestão de Custo Total no planejamento, execução e gerenciamento de qualquer projeto ou programa organizacional. 

Por fim, se você nunca fez um orçamento, mas se interessa pela área, o ideal é iniciar e um estágio ou ser contratado por uma empresa que já preste este tipo de serviço. Caso você esteja iniciando a sua própria empresa, a dica é buscar por cursos na área de orçamento e ter um mentor com quem você possa ter contato, para esclarecer suas principais dúvidas.

Se você gostou do material acima leia também