Sistemas adequados contribuem para projetos em BIM

Vimos no post anterior, que há muitos passos a serem percorridos para adoção do BIM na construção civil. Um deles é o investimento em sistemas que possibilitem a elaboração correta de projetos em BIM. Sabemos que além de possuir um software especializado, é importante oferecer aos profissionais envolvidos nos projetos uma capacitação adequada, tanto para o uso da tecnologia BIM como também para o domínio das funcionalidades das ferramentas.

Projetos em BIM: aspectos organizacionais e tecnológicos.

Softwares especializados

Quem quer fazer projetos em BIM deve investir em sistemas adequados para ganhar precisão nos detalhes gerados e na lista de materiais. Esse é um dos pontos de entrave para adoção do BIM na construção civil, porém, uma ferramenta especializada garante projetos com melhores soluções técnicas e custo viável. Com esses sistemas é possível efetuar rapidamente diversas simulações, contemplando diferentes cenários e antecipando as dificuldades.

Pode-se extrair diversas informações de forma automática, reduzindo muito o tempo e trabalho braçal, afinal, o conceito do BIM foca no estudo do projeto para que ele saia do papel pronto para ser executado.

O sistema para projetos em BIM se diferencia das outras formas de projetar, pois vai muito além do projeto, auxiliando na execução e na manutenção da edificação, com esforço mínimo, apenas extraindo os dados do modelo.

Sistemas em BIM são uma evolução do processo de projetar. Apesar dos softwares CAD serem os mais utilizados pelo mercado e representarem um avanço ao trabalho com lápis e papel, eles apenas transferem para o computador as ferramentas de desenho. Ou seja, o resultado final de um projeto feito em CAD serve para fins de representação.

Quando falamos em softwares para projetos em BIM, no entanto, o diferencial está na construção de objetos característicos em ambiente 3D. Além da representação, esses sistemas especializados mostram propriedades dos chamados objetos inteligentes ou objetos paramétricos. Com isso, essa forma de projetar inclui todos os dados indispensáveis aos desenhos e também à análise construtiva, às etapas de trabalhos e aos prazos de execução. Isso permite, ainda, atividades como simulação da construção, de luz natural e estimativa de custos.

Sistemas adequados contribuem para projetos em BIM

Treinamento e capacitação

É certo que para os projetos em BIM trazerem todos os benefícios, os diversos profissionais envolvidos na elaboração e na execução de estruturas devem trabalhar em conjunto. Os sistemas não trabalham sem a expertise dos profissionais, por isso, o BIM exige equipes de projeto multidisciplinar para acompanhar as informações e simulações sincronizadas, propostas pela tecnologia da modelagem.

O perfil profissional de quem quer adotar o BIM une curiosidade por novas técnicas, disposição para o aprendizado contínuo, dedicação ao planejamento e facilidade de trabalhar em equipe.

Com o conhecimento amplo em relação ao BIM é possível conquistar resultados expressivos em curto prazo, como a redução de erros e omissões de documentos, de retrabalho e do próprio tempo de redução do trabalho. Apesar de muitos considerarem longo o período de estruturação de projetos em BIM, a metodologia ganha nas próximas etapas, ao oferecer informações e simulações corretas e confiáveis para a execução de edificações.

Se você gostou do material acima leia também
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]