Cabeamento estruturado: por que devo investir? Veja alguns motivos

Cabeamento estruturado: por que devo investir?

Investir em um projeto de cabeamento estruturado significa, invariavelmente, flexibilidade para expandir os negócios, agregar tecnologia e traçar novos caminhos. Isso porque, ele torna possível reorganizar o layout de uma empresa com agilidade e segurança.

O avanço tecnológico expandiu horizontes e multiplicou os meios de comunicação. Com isso, o número de cabos ao redor de computadores e roteadores, por exemplo, acumulou de tal forma que é difícil decifrar cada um deles. Agora imagine essa situação em uma escala ainda maior? As grandes corporações podem ter um grave problema com esse cenário. Portanto, conversaremos sobre uma alternativa estratégica para isso: o cabeamento estruturado.

Qual é o papel do cabeamento estruturado em meu projeto?

O cabeamento estruturado é uma disciplina que pode evitar inúmeras dores de cabeça a médio e longo prazo, especialmente para as empresas. Trata-se de um sistema que mantém organizado e padronizado a infraestrutura de TI e sua rede, garantindo desempenho e segurança para o seu negócio.

Por que é tão importante que as empresas adotem esse método?

A função primordial do cabeamento é a sua flexibilidade. Isso significa que os cabos podem ser redirecionados, ou implementados para comportar uma nova tecnologia de maneira mais prática. Assim, quando a empresa precisar instalar novos dispositivos, será capaz de reorganizar o layout em questão de minutos. O cabeamento estruturado permite, desta forma, uma expansão segura e inteligente, integrando diversos serviços como: dados, voz e imagens.

Você pode se interessar:

4 tendências para projetos de casas inteligentes

Recalculando rota

Uma ideia original e um plano de negócios nem sempre é o segredo do sucesso para que uma corporação prospere. Além disso, é necessário rever estratégias e se adaptar a demanda do mercado por tecnologia.

De acordo com a pesquisa Gartner, publicada pelo portal Valor Econômico, os investimentos em tecnologia devem crescer 4,5% em 2018, contrariando a possibilidade de uma recessão global.

Isso significa que a infraestrutura das grandes empresas serão remodeladas a todo momento, agregando pessoas, equipamentos e reposicionando equipes. À vista disso, o cabeamento estruturado se faz tão importante, pois torna a expansão viável, economizando tempo e colaborando com a segurança e vida útil dos dispositivos.

Valorização do imóvel

Além dos benefícios diretos com relação à infraestrutura, o imóvel que possui um sistema de cabeamento estruturado eficiente torna-se relevante na hora de alugar, ou vender, justificando, mais uma vez, o investimento do projetista em fornecer essa solução, e do cliente em priorizar esse tipo de recurso.

Qual material é o mais indicado: Par trançado metálico ou Fibra óptica?

Para planejar o sistema é necessário entender qual tipo de cabeamento atenderá melhor às necessidades do seu cliente. Nesse caso, existem dois:

Par trançado metálico: trata-se do mais conhecido e utilizado para a instalação de redes. Tem baixo custo e pode ser encontrado sob medida.

Fibra óptica: esta tecnologia recente não sofre interferências de ondas eletromagnéticas. Por isso, é capaz de potencializar conexões e dar conta de grandes transferências de dados. Apesar disso, os custos de investimento costumam ser mais elevados.

Contudo, essa escolha dependerá exclusivamente da demanda da empresa, do setor em que ela atua e do seu poder de investimento. Ao projetista, cabe explicar claramente as vantagens e desvantagens dos materiais.

Ficou interessado? No próximo artigo o engenheiro Francisco vai ensinar a como iniciar um projeto de cabeamento estruturado.

Se você gostou do material acima leia também