Como aumentar a produtividade no escritório de engenharia

Os donos de escritórios de engenharia enfrentam muitos desafios para apresentar projetos com qualidade técnica em prazos cada vez menores. Além do domínio técnico, a gestão se faz importante para avaliar para onde o escritório está indo e quais as mudanças necessárias para se tornar cada vez mais competitivo. Nesse post, listamos cinco itens para serem considerados na hora traçar estratégias para aumentar a produtividade no escritório de engenharia.

1. Gestão de pessoas

A gestão de pessoas é essencial para identificar o melhor perfil para o trabalho e a necessidade de capacitação para a equipe. Para acompanhar a rotina do escritório de engenharia, o profissional tem que ser pró-ativo, buscando informações e novidades em canais de referência e na capacitação formal. Além disso, flexibilidade e adaptabilidade são qualidades importantes, pois as ferramentas e as rotinas evoluem e acompanhar essas mudanças é a chave para se tornar competitivo no mercado.

2. Capacitação

Para aumentar a produtividade no escritório de engenharia os gestores podem investir na capacitação da equipe. Capacitação continuada para diversos fins: atualizar qualificação técnica, dominar softwares especializados e direcionar profissionais para atividades mais estratégicas e analíticas e menos braçais. O gestor deve encarar a capacitação como um investimento e não custo, mas a mesma deve ser feita forma planejada e de acordo com as possibilidades financeiras.

3. Conhecimento de materiais

O conhecimento técnico tem que andar junto com o conhecimento do mercado, das novidades em ferramentas, técnicas e produtos. Na área elétrica, por exemplo, o projetista também especifica materiais, inclusive indicando fabricantes. Assim, quando o projetista conhece os materiais e a credibilidade de seus fabricantes seu projeto tem menos riscos de apresentar problemas durante e após executados.

4. Desperdiçadores de tempo

Uma boa gestão de escritório de engenharia inclui a análise de desperdiçadores de tempo, que são basicamente processos manuais. Um exemplo é o desenho. A equipe de desenhistas se divide em diversas funções, entre conferir o trabalho, desenhar o que foi esboçado e analisar a compatibilização e interferências com outros projetos. Esse ciclo poderia ser feito de forma automatizada para aumentar a produtividade no escritório de engenharia e a qualidade técnica dos projetos.

5. Automatização

No post Diferenças entre as ferramentas para projetos elétricos vimos que os softwares especializados são as melhores ferramentas para fazer projetos rápidos e com qualidade técnica. Investir em softwares de referência que integrem diversos processos é um dos caminhos para aumentar a produtividade.

É claro que apenas esse investimento não basta. Os gestores de escritórios têm que planejar a capacitação de suas equipes para utilizar essas novas ferramentas, sem prejudicar a rotina do escritório.

Engenharia e gestão andam juntas no dia a dia dos escritórios. Conquistando uma equipe qualificada, investindo em softwares especializados e na gestão que prioriza a capacitação contínua, é possível aumentar a produtividade do escritório de engenharia. O desafio é dar esse novo rumo ao escritório sem prejudicar a rotina de entrega de projetos. Vamos ver algumas respostas para esse desafio futuramente, aqui no blog.

Podemos ajudá-lo a escolher um software adequado para a elaboração dos seus projetos elétricos.

Se você gostou do material acima leia também
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]