Como reduzir a curva de aprendizado em software para projetos

A capacitação para usar um software para projetos é a chave para uma migração de ferramentas bem-sucedida. Acompanhe algumas dicas para conduzir treinamentos e lidar com curva de aprendizado.

Após escolher um software especializado para seu escritório de engenharia, é preciso investir no treinamento da equipe. Quanto mais a equipe estiver preparada para usar o programa, mais produtividade e qualidade terá a entrega do escritório.

Como reduzir a curva de aprendizado em software para projetos

Leve a sério o treinamento inicial

O treinamento inicial é um investimento que resulta em produtividade e qualidade. Indispensável no processo de migração, é o momento de reunir todas as informações sobre o software e os materiais necessários para dominar suas ferramentas. A capacitação para uso do programa pode ser feita a distância, presencial ou in-company, dependendo da estrutura da empresa desenvolvedora. Sendo assim, analise as opções de treinamento oferecidas antes de escolher o software mais adequado. No post Como escolher um software para projetos elétricos você encontra um checklist completo para escolher o melhor programa e empresa fornecedora.

Invista em atualização de conhecimento

Para reduzir a curva de aprendizado em software para projetos, invista também na atualização contínua de sua equipe. Quando se insere uma nova rotina no escritório é normal surgirem dúvidas pós-treinamento. Nessas horas, é preciso relembrar a capacitação para dar continuidade ao trabalho sem erros. A ideia é resolver dúvidas pontuais rapidamente para ter os resultados desse investimento mais rápido. Para isso, acesse conteúdos complementares e dê preferência para empresas que disponibilizam minicursos e vídeos explicativos.

Compartilhe conteúdos complementares

Incentivar a busca por conhecimento faz parte da gestão de pessoas. Leia tutoriais e artigos, acesse o canal de dúvidas e ajuda, assista os vídeos e minicursos sobre o sistema. É comum os profissionais pularem a leitura do manual e partirem logo para a prática. Fazendo isso, é alto o risco de desperdiçar tempo e de subaproveitar o software.

Use o suporte técnico da empresa fornecedora

O pós-venda de um software para projetos é decisivo. Imagine não poder contar com um suporte técnico ou não conseguir acessar um canal de dúvidas frequentes e ajuda. Muitas empresas oferecem softwares com vários recursos, mas esquecem do suporte com profissionais especializados. Aí está um grande diferencial a ser buscado na hora de escolher a empresa desenvolvedora. Um atendimento feito por engenheiros projetistas é bem mais específico do que o suporte básico, realizado apenas na parte operacional da ferramenta.

O aprendizado deve ser encarado como um investimento com retorno garantido. O uso de um software habilitado para projetos é um processo de adaptação para todos, afinal, não é fácil mudar a rotina de trabalho. Pular etapas na capacitação para o uso da ferramenta, por falta de interesse ou recursos, pode causar queda na produtividade e subaproveitamento dos recursos do software. Ou seja, é uma economia que muito em breve voltará como uma despesa maior para o escritório.

Se você procura um software adequado para elaboração de projetos elétricos, nós podemos ajudá-lo!

Se você gostou do material acima leia também
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]