Projetos de cabeamento estruturado: por onde começar?

Projetos de cabeamento estruturado: por onde começar?

Como vimos no artigo anterior, investir em cabeamento estruturado é importante não só para as empresas, mas também para a valorização dos imóveis e para o bom desempenho da infraestrutura de TI do negócio. Além de ser uma excelente oportunidade para o projetista habilitado, que deseja fornecer esse tipo de solução ao seu cliente. Então por onde começar?

Primeiramente, é necessário saber o conceito básico: o cabeamento é estruturado é um sistema composto por uma infraestrutura comum de pontos, tubulações, cabos e equipamentos, com objetivo de atender com flexibilidade às aplicações de dados, voz e imagens de uma edificação, se adequando às mudanças de layouts, demandas e novas tecnologias.

Você também pode se interessar:

Cabeamento estruturado: por que devo investir?
Softwares BIM para projetos elétricos
4 tendências para projetos de casas inteligentes

Conheça as normas

Para iniciar um projeto de cabeamento estruturado é recomendado o conhecimento inicial das principais normas que norteiam esse tipo de projeto, como no projeto de instalações elétricas de baixa tensão temos uma norma importante a NBR5410, para os projetos de cabeamento temos duas normas equivalentes em importância: a NBR 14565:2013 e a NBR 16415:2015.

Nesse segmento também se faz importante o conhecimento das normas e padrões internacionais, que as normas brasileiras têm como base.

Pode-se destacar os padrões definidos pela Telecommunications Industry Association (TIA, Associação da Indústria de Telecomunicações) e pela Electronic Industries Alliance (EIA, Aliança das Indústrias de Eletrônica: ANSI/TIA/EIA 568B,569B,607. Além disso, em decorrência da atual redução dos custos e aumento da demanda, consideramos a norma EIA/TIA TSB-72, que define componentes e performance de transmissão de uma solução com fibra óptica. Essa são algumas recomendadas para começar, mas a medida que o projetista for se aprofundando, novas normas devem entrar nessa lista.

Invista em cursos e certificações de fabricantes

Após ambientar-se com as normas, é recomendado investir em capacitação, através de um curso que lhe proporcione conhecimento técnico para análise, concepção e elaboração dos projetos e instalações de redes de cabeamento estruturado, como o curso disponível no canal de QiSAT – Sistema cabeamento estruturado predial.

Tendo adquirido embasamento inicial, recomenda-se ainda investir em capacitação direcionada às soluções dos fabricantes que são destaque no mercado. Desta forma, é possível fornecer uma solução completa ao cliente, do projeto à especificação dos equipamentos, aumentado suas oportunidades. Vale ressaltar que diversos fabricantes possuem programas de formação certificado dos integradores de seus produtos e soluções.

Atente-se aos requisitos de projeto

4 tendências para projetos de casas inteligentes

Em um projeto de cabeamento estruturado será necessário prever os espaços e a localização dos Quadros e Racks, onde serão instalados os equipamentos para distribuição dos sinais de voz, dados e imagem em toda a edificação, além de receberem os cabos das concessionárias de telefonia, tv, internet e demais serviços.

Ao definir os Quadros e Racks, o projetista deve prever ainda os espaços e definição do layout, a fim de que a instalação atenda o escopo e requisitos do projeto, sendo necessário um estudo minucioso dos espaços e infraestrutura para a interligação de todos os quadros, equipamentos e pontos de telecomunicação. Também são necessários vários detalhes, combinações e arranjos para prever as ligações. Por fim, cabe o projetista realizar o levantamento preciso desses materiais especificados e suas quantidades.

Ferramentas BIM para projetos de cabeamento estruturado

Com conhecimento adquirido e os requisitos do projeto em mente, é hora de colocar o aprendizado em prática e oferecer soluções de cabeamento estruturado verdadeiramente eficientes. Para isso, existem diversas opções de ferramentas, mas o projetista deve estar atento, uma vez que o mercado de projetos está passando por uma grande revolução conceitual através da disseminação do BIM.

Diante desse cenário, a utilização de simples ferramentas de desenhos 2D e planilhas de cálculos pode não ser a melhor escolha.

Para acompanhar essa revolução do mercado e atender a todos esses requisitos de projeto é necessário o uso de uma ferramenta de desenho integrado com cálculos. Trata-se de plataformas com geração de desenhos e detalhes inteligentes dos Racks e equipamentos, baseada nas normas técnicas, com levantamento automático de materiais, visualização 3D e interoperabilidade BIM, através da importação e exportação do modelo de arquivos IFC.

Uma opção de ferramenta é o QiCabeamento, único software nacional para projetos de cabeamento estruturado em BIM, com essas características.

Como vimos, antes de propor soluções em cabeamento estruturado, o projetista deve planejar uma trilha e seguir algumas recomendações para obter êxito em seu trabalho e ampliar o seu portfólio de serviços, oferecendo um diferencial competitivo ao mercado.

Gostou desse artigo? Deixe seu feedback nos comentários.

Se você gostou do material acima leia também