Diferenças entre as ferramentas para projetos elétricos

Hoje em dia, fazer projetos elétricos manualmente é praticamente inviável, pois a remuneração para o projeto muitas vezes não justifica tamanho trabalho braçal.

É cada vez mais comum o uso de ferramentas para projetos elétricos, ou seja, a utilização de softwares especializados. Com esses programas, sobra mais tempo para o projetista desenvolver a arte de projetar, buscando sempre a melhor solução técnica e financeira para o cliente.

Há basicamente duas maneiras de fazer um projeto: com auxílio de softwares de desenho (CAD) e planilhas de cálculo ou com a utilização dos softwares especializados. Na tabela a seguir, você vai ver as diferenças entre fazer as diversas etapas do projeto por meio das duas ferramentas.

Geração dos desenhos.

CAD e planilhas Software especializado
Filosofia voltada ao desenho simples Filosofia voltada a elementos paramétricos, com informações de desenho, cálculo e quantitativo
Distribuição dos pontos de tomada e lâmpada é manual, com desenho de blocos simples Distribuição dos pontos de tomada e lâmpada automática, por ambiente ou perímetro
O desenho da indicação dos comandos e circuitos é feito manualmente O desenho da indicação dos comandos e circuitos é efetuado automaticamente
Lançamento dos eletrodutos manualmente, trecho a trecho Lançamento automático dos eletrodutos
Desenho da fiação elétrica manual, trecho a trecho Desenho da fiação elétrica automática
Geração dos detalhes manualmente: quadro de cargas, legenda de símbolos, diagrama unifilar e multifilar com os dados do projeto Geração dos detalhes automática: quadro de cargas, legenda de símbolos, diagrama unifilar e multifilar com os dados do projeto

Com a utilização de CAD e planilhas, a geração dos desenhos ainda precisa de alguns processos manuais, entre eles, o desenho da indicação dos comandos e circuitos e lançamento dos eletrodutos.

banner-ebook-guia-boas-praticas-projetos-eletricos

Dimensionamento do projeto.

CAD e planilhas Software especializado
Cálculo manual e feito separadamente em planilha Cálculo automático e integrado com desenho
Atualização manual dos dados de cálculo no desenho Atualização dos dados de cálculo no desenho automática
Consulta manual de tabelas de cálculo de normas Consulta automática de tabelas de cálculo de normas
Gerenciamento dos circuitos efetuado separadamente, por meio de planilha Gerenciamento dos circuitos integrado com desenho

O processo de dimensionamento é feito com base em normas técnicas e padrões de fabricantes. Com o auxílio de softwares especializados, é possível automatizar a consulta de tabelas de cálculos e integrar esses dados ao desenho.

Geração da lista de materiais.

CAD e planilhas Software especializado
Levantamento manual e demorado dos materiais Levantamento rápido e automático dos materiais
Levantamento estimado Levantamento com mais precisão
Não possui cadastro de peças típicas Possui cadastro de peças típicas

O levantamento dos materiais é um processo muito importante. O projetista não pode gerar uma lista maior do que o necessário, pois corre o risco de onerar o orçamento e desperdiçar itens. É preciso também cuidar para não estimar menos materiais, o que pode atrasar a execução do projeto. Assim, as ferramentas mais seguras são as que automatizam esses cálculos.

Compatibilização.

CAD e planilhas Software especializado
Análise de interferência por meio de sobreposição simples de desenho Análise de interferência com recursos automatizados para verificação de sobreposição de desenhos

As duas ferramentas para projetos elétricos mais usadas pelos projetistas possuem diferenças nos recursos de compatibilização. O que vai auxiliar na definição da melhor ferramenta além dos recursos de automatização é a otimização das alterações, que conferimos a seguir.

Alterações do projeto.

CAD e planilhas Software especializado
Atualização manual dos desenhos e detalhes, sem integração com as rotinas de cálculo Atualização automática dos desenhos e detalhes, integrado com as rotinas de cálculo
Atualização manual das alterações na lista de material Atualização automática das alterações na lista de material
Gerenciamento de alteração de peças manual, por meio de desenhos Gerenciamento de alteração de peças automático
Simulação de novas soluções manualmente, por meio de desenho e planilha sem integração Simulação de novas soluções de forma automática, por meio de desenho integrado com as rotinas de cálculo

Imagine ter que atualizar os dados dos projetos elétricos, um a um, de forma manual. Haja tempo e atenção. Quando o projetista analisa as interferências e a compatibilização com os demais projetos da edificação, a necessidade de ferramentas que atualizem automaticamente essas informações — integrando desenho, rotinas de cálculos, lista de materiais e peças — é enorme.

Nesse post, você comparou as utilidades das duas ferramentas para projetos elétricos mais usadas pelos projetistas para agilizar a elaboração de projetos. Analisando as diferenças entre o uso do CAD com planilhas de cálculo e dos softwares especializados, concluímos que os softwares são as melhores ferramentas para fazer projetos rápidos e com qualidade técnica.

Quando o projetista reduz o trabalho manual, tem mais tempo para avaliar a melhor solução técnica para o cliente. Saiba como escolher o melhor software para projetos elétricos.

Ficou com alguma dúvida sobre as ferramentas para projetos elétricos? Deixe sua pergunta na área de comentários.

Se você gostou do material acima leia também