Porque fazer um curso de Impressão 3D para construção civil

Na última semana falei sobre a iminência do uso da impressora 3D na construção civil Brasileira, principalmente para transformar a forma como construímos hoje. Terminei aquele artigo, questionando sobre seu desejo de estar preparado para este novo cenário. Já pensou na sua resposta?

Para ajudá-lo na sua conclusão de investir ou não em um curso de Impressão 3D, trouxe alguns princípios básicos dessa tecnologia e conceito.

Motivos não faltam para investir em um curso de Impressão 3D

Seja por curiosidade ou para ter um diferencial no currículo, motivos não faltam para investir em um curso de Impressão 3D – ou em qualquer outro curso – que aumente a capacidade de atuação profissional. Vale lembrar a máxima popular que “conhecimento nunca é demais”.

O cenário atual de frenético desenvolvimento em sinergia com o potencial de evolução, tornam um curso de Impressão 3D uma boa oportunidade para quem quer ser referência no assunto, desde que o curso seja aplicado à construção civil, visto que ainda é baixa a concorrência neste setor.

Mesmo que a dura realidade atual da economia limite a capacidade de investimento em cursos, o conhecimento ainda é o principal diferencial competitivo neste mercado tão acirrado. Ganha importância neste momento, as facilidades de pagamento, como parcelamento e descontos para aquisição. Recentemente, escrevi sobre outros motivos para nunca parar de estudar.

Como saber se o visto que o curso de Impressão 3D será válido na minha atuação?

O primeiro item de avaliação é se o curso é aplicado a construção civil. Existe no mercado, uma ampla oferta de curso de Impressão 3D porém nem todos são voltados para construção civil.

Questione sobre a ementa do curso e veja se há ligação com sua atuação. Uma boa dica é iniciar sua pesquisa em canais de cursos aplicados para construção civil, como o QiSat. Geralmente estes canais estudam o assunto e adaptam para a atuação do profissional projetista, facilitando seu filtro por conteúdo de qualidade.

Há alguns termos que estarão presentes e que servem como critérios para refinar sua busca, como a abordagem para impressão de maquetes tridimensionais ou tipos de impressão, que pode ser por SLA, que usa um laser ultravioleta para solidificar finas camadas de uma resina líquida fotossensível ou por sinterização direta de metal a laser (DMLS), onde o material em pó é distribuído por um braço de metal que desliza sobre a plataforma da impressão e o arquivo 3D dirige o laser para pontos específicos da substância em pó, que funde o pó de metal e une suas partículas, transformando-o em material sólido.

Uma terceira forma de impressão de maquetes tridimensionais é impressão por extrusão de filamentos, sendo esta a mais comum. Os filamentos podem ser de diversos materiais, sendo o mais comum o uso de plásticos apropriados para impressão por camadas.

Geralmente, um curso de Impressão 3D explica esses conceitos, mas se você quiser estudar algo mais específico, vale a pena uma visualização prévia das formas de impressão 3D.

Como aliar teoria e prática em impressoras tridimensionais?

Há duas formas de contextualizar o conhecimento adquirido em um curso de Impressão 3D com o que é realizado na prática no mercado de impressão tridimensional.

A primeira é adquirir uma impressora 3D e imprimir seus próprios modelos. Os valores das impressoras tridimensionais, que antes eram bastante elevados, hoje estão mais acessíveis, sendo possível adquirir uma impressora 3D investindo entre dois e cinco mil reais.

A segunda forma é participar de feiras e exposições de modelos impressos em impressoras 3D. E neste quesito, o Brasil frequentemente recebe eventos de grande porte. Um exemplo desses eventos é o Inside 3D Printing Conference e Expo, um evento internacional que ocorre em cidades como Berlin, Tokyo e Shangai e que ocorrerá nos dias 5 e 6 de Junho deste ano, em São Paulo, com o título de 4º revolução industrial.

Independente da forma escolhida, é bastante válido conhecer esta realidade que tende a transformar o mercado da construção civil, assim como outras áreas.

Termino este artigo, refazendo a pergunta do início deste texto: Você quer estar preparado para este novo cenário?

Se a sua resposta for positiva, deixe um sim nos comentários, que enviarei para você um curso gratuito de introdução ao mundo da impressão 3D na construção civil.

Se você gostou do material acima leia também