Como me preparar adequadamente para elaboração de projetos de estruturas?

Agora que você provavelmente decidiu trabalhar na área de projetos de estruturas, precisa saber que essa atividade demanda muita responsabilidade porque envolve a segurança – especialmente a vida – de pessoas, empresas e também a conservação do patrimônio físico.

Para que essa segurança seja garantida, o engenheiro precisa estar adequadamente preparado para fazer o projeto. Sabendo disso, separamos alguns passos aos quais recomendamos seguir para se preparar para trabalhar com projetos de estruturas e construir uma carreira sólida nessa área.

1. Procurar um estágio ou um emprego na área.

Se você deseja ser um bom engenheiro de estruturas, busque um estágio ou emprego em empresas que atuam no setor, bem referenciadas no mercado e que tenham uma equipe de profissionais experientes e dispostos a orientar o engenheiro no início da carreira. Isso é fundamental para que você adquira experiência aprendendo as práticas corretas de projeto e obtenha orientações sobre o que e como deve proceder para fazer bons projetos e dentro das normas.

2. Priorizar a melhor empresa e não o melhor salário.

Quando se formam em engenharia, muitos profissionais tem a ânsia por conquistar rapidamente posições que tenham salários altos. No entanto, os primeiros cinco anos de formado são essenciais para a construção de uma carreira sólida, que dura normalmente 50 anos! Nesse período, seria melhor aceitar uma proposta de menor valor mas em uma empresa que agregue valor a sua carreira. Em outras palavras, optar por um escritório que trabalhe de maneira séria, com projetos em segmentos interessantes e que tenha um grupo de profissionais que possa auxiliar e mostrar situações diferentes de projeto, em um período da sua vida profissional em que dúvidas são constantes é muito mais valioso do que um pequeno valor a mais de salário inicial.

3. Investir em formação na área.

Na graduação não é possível aprender com profundidade tudo o que você precisa saber para atuar profissionalmente em todas as áreas. Para isso, quando você já tiver definido sua área de atuação deverá complementar sua formação com cursos específicos. Faça um plano permanente de cursos, reservando a cada ano, por exemplo, uma quantia X para investir em formação profissional, seja em cursos à distância ou presenciais.

4. Ter uma fonte de consulta para dúvidas.

Ao começar na área de projetos de estruturas, é recomendado que o profissional tenha fontes confiáveis para tirar suas dúvidas. Pode ser um engenheiro muito experiente na área ou fontes de referência na internet, como blogs, sites e fóruns de engenharia civil. Livros são essenciais para profissionais começando a carreira. Falaremos deles no próximo tópico.

5. Investir em uma biblioteca pessoal.

As situações dos projetos de estruturas são inúmeras e é muito improvável que o profissional tenha a resposta em todos os casos com a consulta a uma única fonte de referência. Os bons livros são sempre uma etapa básica para esclarecer os problemas de engenharia e, no mínimo, dar um caminho por onde seguir. Comece com uma coleção de cinco ou dez livros que são mais importantes na área de projetos e acompanhe os lançamentos que surgem no mercado e aos poucos vá enriquecendo sua biblioteca, que nunca terá livros demais.

banner-ebook-7-passos-de-preparacao

6. Escolher um software profissional.

A dica é não deixar para comprar o software somente no momento em que tiver um projeto em mãos para fazer. Compre antecipadamente, estude as ferramentas, teste em casos hipotéticos e confira os resultados antes de aplicar o programa no projeto real. Tenha certeza de que domina a ferramenta antes de ser contratado para elaborar projetos de estruturas.

7. Começar com projetos pequenos.

Para fazer projetos com qualidade, o engenheiro iniciante tem de procurar projetos de pequeno porte e que tenham prazos flexíveis. Como são os primeiros trabalhos, é normal que o profissional leve mais tempo para concluir o projeto com a qualidade necessária. Por isso, evite um projeto com prazo muito curto e, aos poucos, ganhando mais experiência e confiança, aumente quantidade e tamanho dos projetos.

8.Ter alguém para revisar o projeto.

Mesmo seguindo as dicas acima, ainda é comum que um profissional sem experiência cometa erros básicos, pois ainda não tem a sensibilidade aprimorada que só vem com a prática. Um iniciante não percebe seus erros e problemas do projeto e por causa disso deve encontrar algum profissional próximo com expertise maior e que veja o projeto, opinando e mostrando os problemas que passariam desapercebidos pelo novo projetista.

9. Procurar uma pós-graduação.

Depois de formado e sabendo a área em que quer atuar, o engenheiro pode tanto escolher uma especialização lato sensu, voltada ao segmento de estruturas, ou até um mestrado. Ambas qualificações trarão uma base mais sólida e conhecimentos importantes ao profissional.

Seguindo esses passos e tomando certos cuidados, o engenheiro pode começar a fazer seus primeiros projetos e traçar metas a serem atingidas no futuro. Além de seguir os passos indicados acima o engenheiro pode se utilizar de software para facilitar o desenvolvimento do seu projeto.  Descubra no nosso novo post por que trabalhar com um programa para cálculo estrutural nos projetos pode ser de grande ajuda.

Ficou com alguma dúvida sobre como se preparar para começar a fazer projetos de estruturas? Deixe sua pergunta na área de comentários.

Se você gostou do material acima leia também
[CDATA[ */ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ */ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d