4 motivos para investir em um software para projeto sanitário

O engenheiro projetista conhece os diversos processos necessários para alcançar a qualidade técnica e a viabilidade de um projeto.

Na área sanitária, alguns detalhamentos, entre eles, o dimensionamento da rede sanitária e da rede de ventilação, dependem ainda do conhecimento de normas técnicas. Assim, cada vez mais o projetista pode investir em um programa que reduza o esforço braçal, tendo mais tempo para avaliar a melhor solução para o cliente. Neste post você vai conhecer quatro processos que são automatizados com o uso de um software para projeto sanitário.

1. Lançamento da tubulação sanitária.

Na hora de desenhar a rede sanitária, o projetista tem que incluir o desenho dos condutos, apontar o sentido de escoamento, os textos referentes ao material e ao diâmetro e também a indicação da declividade de escoamento. Sem esquecer os desenhos que representam as conexões.

Mesmo utilizando uma plataforma de CAD que tenha blocos com as respectivas simbologias sanitárias, a velocidade de lançamento não é tão grande quanto um software especializado.

No software para projeto sanitário, o lançamento da tubulação e de seus elementos são desenhados automaticamente. O projetista só precisa definir o perímetro da região do ambiente e indicar a posição dos pontos sanitários e das tubulações. Feito isso, o programa especializado lança os condutos com as respectivas conexões e demais elementos que são necessários para a leitura do projeto. Importante ressaltar que a lista de materiais também é automática, contendo todas as informações para o orçamento.

2. Dimensionamento da rede sanitária.

Nesse passo geralmente se realiza o somatório das unidades de Hunter de contribuição (UHC). De acordo com a NBR 8160, esse processo inclui tabelas específicas para o dimensionamento dos ramais de esgoto, subcoletores e coletores, tubos de queda, ramais de ventilação e colunas de ventilação.

Quando esse cálculo é feito com auxílio de planilhas eletrônicas, ainda é necessário somar a contribuição proveniente dos aparelhos sanitários nos condutos. Por outro lado, usando um software para projeto sanitário todo esse processo é automático. O programa apresenta um cadastro contendo os aparelhos sanitários com as respectivas UHC, dispensando o uso de tabelas, e realiza também uma verificação das contribuições em todos os condutos. Assim, o dimensionamento fica de acordo com os valores necessários para o ideal funcionamento da rede sanitária.

3. Verificações da suficiência da ventilação.

O limite da distância entre o elemento sifonado e a ligação do ramal de ventilação é um item importante no dimensionamento da rede de ventilação. Pela NBR 8160/99, deve-se considerar uma distância diferenciada, dependendo do diâmetro do ramal de descarga. Ao projetar em um software, o processo é efetuado com precisão, pois o próprio programa se encarrega de verificar automaticamente essas distâncias.

4. Dimensionamento das unidades de tratamento.

Se não existir rede de esgoto na edificação, o projetista terá que prever as unidades de tratamento, podendo ser tanque séptico, filtro anaeróbio, vala de filtração, vala de infiltração e sumidouro. Para calcular alguns desses itens se requer dados para alimentar as fórmulas e a elaboração dos detalhamentos das vistas em corte, vistas em planta, além da necessidade da apresentação do dimensionamento no memorial de cálculo.

Com um software, a estimativa dessas unidades se torna muito dinâmica. Após a definição de alguns dados, todas as informações essenciais para a construção das unidades de tratamento são geradas automaticamente.

É possível perceber o quanto o uso de um software para projeto sanitário facilita a rotina do projetista. Além de reduzir o tempo de trabalho, a automatização também significa mais qualidade técnica e precisão das informações. Ao investir em um programa e dominar seu funcionamento, o profissional consegue dedicar mais seu tempo e conhecimento para analisar a melhor proposta para o cliente.

Podemos ajudá-lo a escolher um software adequado para a elaboração dos seus projetos sanitários.

Ficou com alguma dúvida sobre as facilidades do software para projeto sanitário? Deixe sua pergunta na área de comentários.

Se você gostou do material acima leia também