Conheça o diferencial de um projetista especialista

Não restam dúvidas de que a qualidade de um projeto está diretamente ligada ao projetista. Apesar disso, a falta de reciclagem e especialização ainda são pontos de melhorias dos profissionais que estão no mercado. Realizar uma pós graduação pode ser um sonho ainda distante para a maioria dos profissionais que estão começando, mas existem no mercado excelentes alternativas de atualização e reciclagem, como webinars, cursos livres, livros e revistas especializadas. O mercado exige cada vez mais um projetista especialista — mostraremos agora como se tornar um.

Para isso, vamos citar algumas das principais características do projetista especialista:

1. Quem são seus influenciadores? Você já pensou sobre isso?

Jim Rohn, empresário estadunidense, dizia que nós somos a média das cinco pessoas com quem passamos mais tempo. Considerando essa informação, você consegue mapear quem são seus influenciadores na sua vida profissional?

Um dos grandes diferenciais do projetista especialista é estar rodeado de profissionais que são referências na área em que ele atua. As demandas e tendências das empresas e construtoras também figuram como principais influenciadores do projetista especialista. É muito natural, no início da carreira, termos os pais, cônjuges, colegas de trabalho e professores como referência devido a insegurança para realizar projetos e não possuirmos uma metodologia de trabalho formada. É necessário criar e seguir uma metodologia organizada de trabalho e cercar-se o quanto antes de pessoas que sejam referência na área que você pretende se especializar. Tornando habitual o convívio com profissionais da sua área, seu conhecimento tende a aumentar exponencialmente.

2. Onde você busca seu conhecimento?

Por ser muito prático, é cada vez mais comum recorrermos a sites de pesquisa quando queremos saber sobre determinado assunto. A tecnologia ajudou muito nesse sentido. Ficou muito mais acessível o conhecimento. No entanto, ainda não existe um filtro de qualidade nesses resultados. Quando se pesquisa, teremos tudo sobre o assunto, de inúmeras fontes, confiáveis ou não. Em muitos casos, para se ter agilidade em ter o resultado, deixamos de pesquisar a veracidade do que está sendo dito e se quem escreveu, tem propriedade para isso.

Talvez por isso que, esteja mais frequente – em todas as esferas, não só na construção civil – pessoas com argumentos rasos e superficiais dos assuntos. Não é mais comum ler livros que são passados na faculdade ou revistas especializadas, uma vez que todo o conteúdo está ao alcance de uma procura rápida na internet. Se temos dúvidas, pesquisamos e temos a resposta. Por isso, o caminho inverso a esse procedimento está se tornando um grande diferencial na vida profissional de um projetista. O conhecimento adquirido em conjunto devido a leitura de livros, normas, revistas especializadas, tanto nacionais quanto internacionais, eventos técnicos e feiras de conteúdo é imensurável e surge como um divisor entre aqueles que possuem conhecimento básico e buscam respostas rápidas e aqueles que possuem o conhecimento para dar essas respostas, sem recorrer a pesquisas.

Para ser um projetista especialista, mude seus canais de busca de informações: evite redes e mídias sociais e os canais tradicionais de notícias e foque sua busca em canais especializados na sua área, leia livros e faça cursos de normas e gerados por profissionais de referência, leia revistas especializadas nacionais e internacionais, para ficar por dentro de tendências e novas técnicas, compareça a feiras e eventos técnicos que tratem de conteúdo. Nesses locais, além do conhecimento implícito, você terá contato com outros profissionais da área, que são referência e podem passar a ser seus influenciadores. Atualizar ou criar uma rede de contatos profissionais também é um excelente benefício.

3. Desafios e obstáculos

Destacar-se entre os demais profissionais é o principal desafio de qualquer projetista. Isso pode variar entre conseguir, manter ou aumentar sua carteira de clientes, mas o primeiro passo para superar esse desafio é se manter atualizado. O mercado sempre vai exigir mais do profissional, portanto esteja na frente de seus concorrentes, ficando por dentro de pesquisas, tendências e novas técnicas, como água de reuso e BIM, conceito bastante presente na atuação profissional do projetista.

Uma boa opção para isso é realizar cursos específicos da área. Procure cursos de normas e técnicas de instalações Hidrossanitárias Prediais, por exemplo. Ao recortar um grande conteúdo e focar em pequenas partes, porém com maior aprofundamento, o projetista certamente terá mais base técnica para seus projetos.

Para quem está iniciando ou se fortalecendo no mercado de projetos, o importante é criar e manter uma rotina de trabalho, para facilitar a organização e ganhar experiência. No entanto, após esse período, é importante pensar em formas alternativas de entregar soluções ao seu cliente, para que esse processo não fique engessado. Esse processo é muito mais fácil quando já se possui a cultura de ler livros e revistas especializadas, fazer cursos rápidos e específicos de cada área enquanto está adquirindo experiência e gerando uma carteira de clientes, uma vez que ao se reciclar, o projetista estará sempre atualizado com as novas tendências do mercado.

Outra forma bastante eficaz de aprimorar sua rotina de trabalho é interagir com o profissional que irá executar seu projeto. essa interação pode ser feita através de um simples relatório de feedback com poucas perguntas, de forma que o profissional possa inserir sugestões de melhoria. Embora seja bastante enriquecedora, essa pesquisa é raramente feita pelos profissionais projetistas. Então uma forma de aperfeiçoar seu projeto é perguntando diretamente a quem o executa, sobre sua clareza e soluções apontadas.

De forma generalizada, o projetista se torna especialista quando já possui em média 15 anos de carreira. Como desafio, temos que antecipar essa posição, através de cursos para se manter atualizado e especializando-se na área que decidirmos seguir.

Como dica, inicialmente prefira cursos rápidos, que não demandem muito do seu tempo ou que tenham horários flexíveis para que você possa trabalhar e não parar de se renovar.

Se você gostou do material acima leia também