Método de análise de simulação aplicado à cisterna para água da chuva

No post anterior, conhecemos o método de Rippl para fazer o dimensionamento do reservatório de águas pluviais. Neste post, vamos apresentar uma outra maneira de calcular a cisterna para água da chuva: o método de análise de simulação do reservatório.

Nele é estabelecido um volume para o reservatório e, com base nos cálculos, é obtida também a quantidade de água que irá extravasar e a que será adotada por outra fonte de abastecimento nos meses com menor volume de captação. Confira o exemplo de aplicação deste método e as informações necessárias para compor a planilha:

Itens da planilha

Coluna 1: meses do ano.

Coluna 2: precipitações médias de chuva para o mês.

Coluna 3: consumo mensal de água pluvial da edificação.

Coluna 4: área de captação da chuva.

Coluna 5: volume de água de chuva calculado para cada mês. Este valor é resultante do cálculo coluna 2 x coluna 4 x valor do coeficiente de runoff.

Coluna 6: valor estipulado para cisterna para água da chuva, fixo para todos os meses. Com base neste valor será possível constatar a quantidade de água que extravasa e a quantidade de água que falta em cada mês.

Coluna 7: corresponde ao volume do reservatório computado no mês anterior. Deve-se considerar que no primeiro mês, no caso janeiro, o reservatório está vazio, ou seja, o valor é zero. A regra para o preenchimento desta coluna é: considere o volume computado no mês anterior na coluna 8. Se for maior do que zero, adota-se o mesmo, caso contrário coloque zero.

banner-ebook-planilhas-dimensionamento-reservatorios-agua

Coluna 8: situação do volume do reservatório no mês corrente. No primeiro mês deve-se considerar o reservatório cheio. Nos demais, preencha a coluna de acordo com o critério:

  • Coluna 5 + coluna 7 – coluna 3 > coluna 6: usa-se o valor da coluna 7
    Caso contrário, adota-se o resultado do cálculo coluna 5 + coluna 7 – coluna 3

Coluna 9: refere-se ao volume que está extravasando. Preencha a planilha seguindo a regra a seguir:

  • Se coluna 5 + coluna 7 – coluna 3 > coluna 6: usar coluna 5 + coluna 7 – coluna 3 – coluna 6
    Caso contrário, adotar 0.

Coluna 10: quantidade de água que deverá ser abastecida por outra fonte. Coluna dimensionada considerando o parâmetro:

  • Se coluna 7 + coluna 5 – coluna 3 < 0: adota-se coluna 7 + coluna 5 – coluna 3
    Caso contrário, usar 0.

Exemplo de aplicação

Considere uma edificação com 110 m² de área de cobertura, demanda mensal de água de chuva igual a 8 m³ e volume do reservatório fixado em 7 m³. Qual será a necessidade de demanda externa de água? Os valores de precipitação mensal de chuva utilizados no exemplo estão indicados na planilha. De acordo com o método de análise de simulação do reservatório, será necessário um suprimento externo de água de 6 m³.

tabela agua da chuva

Conhecendo os métodos de Rippl e de análise de simulação, é possível elaborar uma cisterna para água da chuva adequada ao consumo em cada edificação, levando em conta não somente o volume de captação como também a demanda externa em meses com menor volume de coleta. Considerando esses itens, conseguimos projetar um bom sistema de aproveitamento de água da chuva.

Ficou com alguma dúvida sobre o método de análise de simulação? Deixe sua pergunta na área de comentários.

 

Faça o download gratuito da planilha para o dimensionamento do reservatórios de água pluvial em edificações clicando aqui

Se você gostou do material acima leia também