Empreendedorismo na engenharia: segredos de quem conseguiu crescer

Empreendedorismo na engenharia: os segredos de quem conseguiu crescer

Com o mercado financeiro recuperando fôlego e os profissionais buscando, cada vez mais, um espaço em que podem crescer exponencialmente e aproveitar essa trajetória, o empreendedorismo na engenharia tem surgido como rota frequente de saída, mesmo para quem acaba de deixar a graduação.

Aliar qualidade de vida e realização profissional nem sempre é uma tarefa fácil, especialmente para quem inicia uma nova empreitada. São muitas as preocupações de quem começa um negócio, especialmente depois de um intenso período de crise e baixos índices de confiança.

À vista disso, reunimos neste artigo algumas lições de quem já se arriscou e hoje está colhendo bons frutos do investimento que, no passado, poderia ser considerado uma aventura.

Um bom exemplo de empreendedorismo na engenharia

Andrigo Antoniolli é sócio-fundador da Waz Engenharia.

Andrigo Antoniolli, 30 anos, sócio-fundador da WAZ Engenharia, contou que sempre foi um jovem com perfil empreendedor, em busca de novas possibilidades. “Pouco antes de me formar o mercado da construção civil estava indo super bem e os estudantes já saiam do último ano empregados.

Só quem tinha realmente muito desejo ou não tinha noção alguma de como é difícil empreender no Brasil se aventurava”, lembra Andrigo.

E as dificuldades não foram poucas, entre as principais, Andrigo citou a falta de experiência com gestão empresarial e RH. De acordo com ele, a formação como engenheiro é muito técnica, por isso, teve que buscar diversos estudos complementares para entender o mercado e o business.

Foi durante esse processo que descobri uma paixão pelo empreendedorismo na engenharia”, declarou.

Aposta que deu certo

Diante de um mercado tão vasto e com tantas possibilidades, empreender foi um desafio para Andrigo. Havia neste cenário dois grandes atrativos que fez com ele mergulhasse de cabeça: potencial de crescimento e flexibilidade para dar continuidade à carreira acadêmica.

A principal aposta da WAZ para se destacar frente aos concorrentes foi otimizar  processos, aplicando e validando novas tecnologias; além, é claro, da busca constante por técnicas inovadoras e melhorias contínuas.

Hoje, 5 anos depois, o escritório de projetos continua crescendo, em número de clientes e como equipe. Andrigo seguiu sua carreira acadêmica e atualmente é doutorando em engenharia e disseminação de novas tecnologias.

Tenho amigos que atuam em diversas áreas, desde grandes escritórios de consultoria até no mercado financeiro. Isso vai muito do perfil de cada um, com o que se sente bem. Eu sempre tive aquele perfil empreendedor e buscava novas oportunidades de negócios”, conta Andrigo.

Recomendações para os aspirantes a empreendedores

Frequentemente, cresce o número de pessoas que procuram por profissionais habilitados para realizarem o projeto da casa dos sonhos. Isso envolve, pelo menos, o arquiteto, calculista estrutural e  projetista de instalações , ou seja, todo o ciclo de vida do projeto.

Trabalhar com projetos, como fez o Andrigo, é um caminho para a conquista de uma carreira sólida e independente, por isso, é importante investir, como ele, em tendências inovadoras de mercado, e, claro, prezar pela qualidade no atendimento, fidelização dos clientes.

Um cliente que reconhece o valor de um projeto bem desenvolvido torna-se o principal motor de divulgação do projetista.

Não é incomum perceber que o mesmo engenheiro elaborou o projeto de várias residências em um mesmo condomínio. De forma geral, isso ocorre graças ao marketing boca a boca.

Além disso, também é possível impulsionar a sua marca através de estratégias de marketing pessoal e meios de divulgação online do portfólio e contato.

Segundo Andrigo, uma dica importante para os aspirantes a empreendedores é encontrar aquilo que só você pode oferecer, testando-se em diversas frentes da profissão.

“Aprenda e apanhe durante o processo, até encontrar a área que te deixa mais feliz em trabalhar. Depois disso, aquele friozinho na barriga para novos desafios sempre será um sinal de sucesso para você”, conclui.

Gostou deste artigo, então aproveite também para acessar gratuitamente o “Bate-papo Sobre Carreira com o Calculista Estrutural, Rodrigo Koerich e a Life Coach, Alana Anijar“.

Você também empreende ou pensa em empreender? Conta aqui pra gente deixando seu comentário.

Se você gostou do material acima leia também