Carreira na engenharia: como a pós-graduação pode ajudar?  - Mais Engenharia - Conhecimento em projetos de edificações.

Carreira na engenharia: como a pós-graduação pode ajudar? 

Em 2017, o INEP divulgou um infográfico que apontava o número de concluintes entre as 10 carreiras mais procuradas do país. A Engenharia Civil apareceu na 9ª posição, com cerca de 126.702 graduados.

Diante deste cenário, encarar uma carreira na engenharia significa ter de lidar com ampla concorrência e um mercado que vive em constante transformação. 

Mas e quanto aos seus diferenciais, quais são eles?

Construir uma trajetória sólida e ver o seu negócio decolar significa ir além da graduação. Por isso, expandir os conhecimentos, especialmente no que diz respeito à área que escolheu atuar, fará de você um profissional mais valioso para o mercado, além de trazer vantagens para o seu business, ou para a empresa em que você escolheu trabalhar. 

 

Mais um certificado na gaveta?

carreira na engenharia

Aprofunde os seus conhecimentos

A especialização, ou MBA, deixou de ser mais um certificado na gaveta para incentivar os alunos a aprofundarem seus conhecimentos técnicos em disciplinas que se tornam essenciais para a criação de uma determinada habilidade, como é o caso da elaboração de projetos.

Para quem está se atirando no mercado e ainda não tem vivência prática, esses cursos podem servir para dar uma guinada na carreira, proporcionando alguns conhecimentos técnicos que não foram explorados na universidade. Podemos citar aqui alguns exemplos como*: 

  • Rotina prática de projetos, ou obra; 
  • Gestão; 
  • Domínio de softwares; 
  • Aspectos de precificação; 
  • Atendimento às normas vigentes; 
  • Conceitos de estabilidade global e muitos outros. 

 

*Claro que esses são tópicos que sem modificam de acordo com a área e curso escolhido. 

 

Transição na carreira de engenheiro 

Por outro lado, se você identificou uma necessidade de mudança de carreira, os cursos de especialização também poderão ajudar. 

Através deles, é possível escolher um novo nicho de atuação, tendo em mente o seu propósito profissional, suas principais aptidões e, claro, a necessidade do mercado, já que isso definirá as suas chances de crescimento e os seus rendimentos. 

Essa transição, em muitos casos, fará com que você se torne um profissional menos generalista e mais focado em um determinado setor. Existe um leque de possibilidades para escolher, de acordo com as definições citadas anteriormente, tais como: engenharia estrutural, engenharia de custos, rodovias, gerenciamento de projetos, segurança do trabalho e até mesmo uma carreira acadêmica. 

 

Lato Sensu e Stricto Sensu

Os cursos de pós-graduação no Brasil são classificados pelo Ministério da Educação (MEC) de duas formas diferentes: Lato Sensu e a Stricto Sensu.

O chamado de Lato Sensu foi a modalidade que discutimos até aqui. Trata-se, em geral, de cursos de especialização técnica, que garantem ao estudante o ensino de habilidades que podem ser  aplicadas em sua rotina de trabalho e que, normalmente, não são adquiridas ao longo da graduação.

Em contrapartida, a pós-graduação Stricto Sensu é a alternativa ideal para os profissionais que desejam seguir carreira acadêmica, atuando como professores ou pesquisadores. Neste caso, é possível se candidatar a programas de mestrado e/ou doutorado.  

 

O que vai diferenciar você dos seus concorrentes? 

Adquira conhecimento e experiência

Com tantos profissionais formados, não se pode esperar que apenas o diploma da graduação seja suficiente para colocar você em posição de destaque no mercado. Uma vez que hoje a informação é multiplicada e pode ser facilmente acessada por meios digitais, a vontade de criar e adquirir novas habilidades pode ser o fator decisivo entre você e o seu concorrente. 

Aqui também vale um auto reflexão sobre as suas competências e o seu perfil profissional. Atualmente, recrutadores e clientes buscam por engenheiros cujo perfil demonstre capacidade de encontrar erros e apontar novas soluções, o que vai além de um estudo teórico. Para desenvolver essas habilidades é preciso viver a prática e aprender com os erros.

 

Como escolher o curso de pós-graduação certo?

Para fazer uma escolha assertiva é necessário pesar uma diversidade de fatores que irão influenciar os seus estudos e o direcionamento da sua carreira a curto e longo prazo. Listamos aqui 7 dicas que poderão ajudá-lo nesta definição:

  • Trace metas e objetivos claros para a sua carreira
  • Planeje-se financeiramente
  • Busque por instituições de renome, que estejam alinhadas com o seu propósito profissional
  • Certifique-se a respeito do tempo que pretende disponibilizar para assistir às aulas 
  • Encontre a modalidade de ensino que mais atende às suas necessidades
  • Informe-se a respeito das necessidade do mercado frente ao curso que deseja realizar 
  • Faça uma análise das aptidões que possui e daquelas que deseja adquirir

 

Analise as possibilidades

 

Dica bônus: sempre é válido conversar com amigos que já realizaram um curso de pós-graduação e estão atuando na área, especialmente aqueles que já possuem alguns anos de experiência prática. Em geral, esses profissionais conseguem relatar uma visão mais ampla das necessidades que identificaram no mercado e os benefícios que a especialização trouxe para a carreira deles.

 

Você também pode se interessar por: Complementar a formação em engenharia ou adquirir experiência?

Se você gostou do material acima leia também